domingo, 10 de janeiro de 2010

Faleceu Aida Gonçalves


D. Aida Gonçalves, como lhe chamavam muitos amigos, faleceu.

A sua vida está indissoluvelmente ligado ao marido, o general Vasco Gonçalves, falecido há poucos anos.

Era um casal feliz e a luta de Vasco Gonçalves trouxe-lhes novas alegrias, com o 25 de Abril. Vasco Gonçalves desempenhou nele um papel central, colocando-se como a mais alta patente entre os militares que ousaram interpretar a vontade do seu povo e desencadearam, com risco das suas vidas, a revolta militar que, entrelaçada com a dinâmica popular, gerou uma verdadeira revolução. Das mais belas páginas da nossa História, em que Vasco Gonçalves se tornou um dos maiores vultos dela.

A vida de um revolucionário fica sujeita a múltiplos efeitos das contra-revoluções quando estas são vitoriosas. Vasco Gonçalves sofreu as maiores campanhas que o quiseram atingir como revolucionário, como pessoa e como figura histórica. Umas vergonha que enxotará os seus autores para o caixote do lixo da História...Adivinhamos-lhe o sofrimento mesmo quando dirigia palavras de estímulo à resistência popular contra a política de direita. A D. Aida lá esteve. Sempre. Também num lugar de combate.

Para ela a nossa homenagem e para os seus filhos a nossa gratidão.

O corpo de Aida Gonçalves está numa capela da paróquia de Santa Joana Princesa. O funeral sai amanhã para o Cemitério do Alto S. João onde será cremado às 11.45 h.
Nota - Apesar de tardiamente, refiro que a foto aqui publicxada é retirada do blogue f.vieira de sá, a quem agradeço.

5 comentários:

Anónimo disse...

Dizem, que D. Aida era uma força da natureza...
Logo, ao lado de um homem, há sempre uma mulher de génio.
Marisa

Curioso do Mundo disse...

Há já não sei quantos anos, à saída de uma sessão de apoio à APU,dizia D.Aida:"Ó Vasco põe o boné que está frio"!

Sentidos pêsames à família, e saudações democraticas aos militares honrados seus companheiros!

E. disse...

UMA DAS MAIS BELAS RECORDAÇÕES UQE A MINHA MEMÓRIA GUARDA É A DESTE TOLERANTE E INSEPARÁVEL CASAL, QUE AGORA NOVAMENTE SE ENCONTROU E, QUE ME DEU MOMENTOS DE IMENSA ALEGRIA.
APENAS DIZER ATÉ SEMPRE COMPANHEIROS E OBRIGADA.
ALACANT

Anónimo disse...

AO LADO DE UM GRANDE HOMEM, QUE FOI VASCO GONÇALVES, HOUVE SEMPRE UMA GRANDE MULHER!... D.AIDA GONÇALVES! À FAMÍLIA AS MINHAS SENTIDAS CONDOLÊNCIAS. António Carvalho

Carvalho disse...

Quando nestes dias próximos passados os órgãos de comunicação social do áudio-visual e jornalístico dão conhecimento das tropelias que este des-governo de Sócrates está a pôr em prática - o cercear o direito de expressão bem como nenhuma sensibilidade para com os desempregados (negando-lhes o direito ao fundo de desemprego), dos Pensionistas com reformas miseráveis (com 1, 2 ou 3 míseros euros de aumento), não deixo de recordar com saudade o Homem íntegro, honesto e justo que foi VASCO GONÇALVES que, era sua preocupação os problemas sociais. Hoje, no ano de 2010, a preocupação vai para os grandes grupos financeiros, para o grande capital e o Povo que se lixe. Na certeza porém, os trabalhadores de todos o sectores de actividade lutam e resistem contras as injustiças, por uma vida melhor!